Magia negra Menina de sete anos é morta em ritual, no Paraguai

Suspeito do crime tinha relacionamento com tia da criança; onda de protestos acontece no país.

Uma manifestação pedindo não a violência contra crianças foi realizada neste domingo (1º) em Cidade do Leste e Minga Guazú, no Paraguai.

As manifestações aconteceram depois de um crime chocante: uma menina de sete anos foi raptada e morta em ritual de magia negra. O caso foi na noite de sábado (29);

Durante as buscas os investigadores chegaram até um rapaz suspeito no rapto, ao ser questionado pelos investigação ele disse que ele matou a criança e jogou seu corpo no rio na Monday. O veículo usado no crime foi apreendido. O suspeito de 25 anos, que seria ex-namorado da tia da menor, foi preso durante o procedimento e confessou que matou a criança, supostamente, entregando-a como uma oferta satânica. “Eu a matei e agora estou seguro”, disse ele aos investigadores. Na casa invadida, havia também vestígios de algum tipo de ritual, coincidindo com a versão do rapaz.

A outra hipótese com que as autoridades lidam é que a tia de Naidelin mantinha um relacionamento romântico com o rapaz, que havia terminado há pelo menos três semanas, mas o homem não a aceitou. Como vingança, ele planejara o sequestro da criança para matá-la e atingir “onde dói mais”. O corpo teria sido jogado no rio Monday, na altura do Km 24 de Minga Guazú, de modo que mergulhadores da marinha, bombeiros voluntários procuravam o corpo no local. Durante o procedimento de busca um corpo queimado foi encontrado em uma área próxima, não foi confirmado se o corpo e da criança. Os restos encontrados serão transferidos para Assunção para serem analisados ??por profissionais forenses. A identidade só pode ser confirmada com exames laboratoriais, de acordo com o médico legista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *