Paraná Informe semanal da dengue registra 605 novos casos.

Os dados acumulados no período epidemiológico, iniciado em agosto do ano passado, somam 4.532 casos e nove óbitos, além de 39.366 notificações. No Estado, 348 municípios têm notificações da doença e 226 apresentam casos confirmados.

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta terça-feira (16) o informe semanal da dengue com o registro de 605 novos casos da doença. Os dados acumulados no período epidemiológico, iniciado em agosto do ano passado, somam 4.532 casos e nove óbitos, além de 39.366 notificações.

Segundo o documento, 348 municípios do Paraná têm notificações da doença e 226 apresentam casos confirmados. São 9.771 casos que seguem em investigação.

“A dengue, a chikungunya e zika vírus são preocupações constantes da Sesa, com destaque para a orientação de que são doenças que podem ser prevenidas com a eliminação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus. Lembrando que 90% dos criadouros estão em ambientes domésticos”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

“Neste período em que enfrentamos a fase mais críticas da pandemia da Covid-19, com crescente aumento de casos confirmados e internações, inclusive com elevação da média móvel de óbitos, recomendamos que a população paranaense aproveite o momento de permanecer em casa para realizar a constante verificação e remoção dos criadouros do mosquito em todas a área residencial. Sabemos que a dengue é grave e pode causar a morte”, disse Beto Preto.

ORIENTAÇÕES – A Secretaria da Saúde mantém na página dengue.pr.gov.br notas orientativas sobre a doença com importantes recomendações para profissionais da saúde e também para comunidade em geral.

Quatro notas orientativas estão publicadas e tratam dos temas Organização da Rede de Atenção à Saúde para o Enfrentamento da Dengue no Paraná; Orientações Laboratoriais para Casos Suspeitos de Dengue, Zika e Chikungunya; Integração entre o Agente Comunitário de Saúde e o Agente de Combate a Endemias Frente às Arboviroses; e Recomendações para Atendimento de Usuários com Suspeita de Infecção por Dengue e Covid-19.

SINTOMAS – A dengue se manifesta com a febre, de início abrupto, associada a dores de cabeça, dores musculares, nas articulações, atrás dos olhos e o surgimento de exantemas (vermelhidão pelo corpo).

Os sinais de alerta apontando a evolução para quadros mais graves associam dores abdominais fortes e contínuas, vômitos, tonturas, sangramentos, queda no número de plaquetas, hipotensão, entre outros.

Na dengue grave podem surgir sangramentos severos, inclusive hemorragia digestiva, choques e formas de comprometimento neurológico, hepático e cardíaco.

Confira o informe completo.

FONTE: AEN/PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

xxxvom redwap.website fb hot
bf bengali sex porneff.comonly indian porn
sex dehli joxnxx.com fresh hd porn
semaraja hdporn.tech bf dekha
indian girl shitting gofuckgirls.com pak nude
x videos ind justindianporn.pro indian xv videos
mallu kumtaz hot kompoz.eu sonakshi sinha bikni
asham sex letmejerk.fun sri lanka xxx
free indian teen porn videos tubeskanks.com meenakshi sheshadri sex
big booms aunties sex porntsunami.com xvideo reshma
ups battery tubesafari.pro ray ban sunglasses
sleeping girl xnxx sexmixxx.com mimi chatterjee
sexi phot retrofucker.com sax xxxc
hijam freexpussy.com tamil bdsm
drashti dhami hot turkishporn.mobi tamil mature nude