Marcos Binder

PARANÁ: Homem é morto com tiros de calibre 12 e pistola.

(Foto: João Frigério/Plantão 190)

Um homem foi brutalmente assassinado enquanto curtia a noite em um bar na cidade de Itaperuçu, na região metropolitana de Curitiba. O crime foi registrado na noite deste domingo (24), na Avenida Benedito Vieira Guimarães, no bairro Butieirinho, quando Demair de Jesus Cordeiro, 33 anos, foi surpreendido por atiradores em um veículo corsa preto que parou o carro próximo de Demair e sem desembarcarem, realizaram tiros de espingarda calibre 12 e pistola. Demair foi atingido e morreu na hora.

Os atiradores fugiram e até o momento não foram localizados. A motivação do crime ainda é desconhecida.

No local, a polícia relatou que a vítima já contava com passagens pelo sistema prisional.

FONTE: MASSANEWS

 

Homem é morto com 24 tiros em frente da casa da namorada.

Pistoleiros executaram vítima que estava em caminhonete.

Foto: Ponta Porã Informa/ Divulgação.

Bruno Pereira de Souza, de 34 anos, mais conhecido como Fortaleza, foi morto com 24 tiros de pistola 9 milímetros, quando chegava na casa da namorada, na tarde deste domingo (24-03). O crime aconteceu na rua dos Cedros, no bairro São João, em Ponta Porã.

A vítima estava em uma caminhonete Toyota Hilux de cor branca, com placas de Ponta Porã, quando ao chegar em frente a casa da namorada e parar o veículo na calçada, foi surpreendido por pistoleiros, que dispararam 24 vezes em direção a caminhonete. Bruno era de Natal, Rio Grande do Norte.

Os suspeitos estavam em um carro de cor branca. Segundo informações do Capitan Bado, Bruno morreu antes de ser socorrido. Policiais Militares foram acionados, isolaram a área e comunicaram o caso aos investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) e agentes da Polícia Técnica.

A execução pode ter relação com um ajuste de contas do crime organizado que atua na fronteira com o Paraguai. Porém, os policiais não descartam nenhuma hipótese. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) e aguarda para ser reconhecido pelos familiares.

FONTE; Ponta Porã Informa.

GUAÍRA: Assaltante armado rende homem e rouba motocicleta e celular em Guaíra.

Após ouvir o solicitante, a equipe de serviço orientou o mesmo e realizou buscas nas proximidades, mas não obteve êxito em encontrar o assaltante e os bens roubados.

Por volta 00h30 do domingo (24), apos determinação da central telefônica a equipe de serviço deslocou até a Av. Joaquim Dornelles Vargas com Rua Boa Vista, em Guaíra, para atender ocorrência de roubo agravado.

No local o solicitante, informou que estava de posse de sua motocicleta Yamaha YBR 125 de cor prata, quando parou no endereço mencionado para responder mensagem em seu celular, quando foi abordado por um assaltante, trajando blusa bordo, calça preta, o qual em posse de uma arma de fogo tipo pistola anunciou roubo, levando do solicitante a motocicleta e o celular, tomando rumo ignorando na sequência.

Após ouvir o solicitante,  a equipe de serviço orientou o mesmo e realizou buscas nas proximidades,  mas não obteve êxito em encontrar o assaltante e os bens roubados.

PARANÁ: Homem fica ferido após helicóptero cair em Cafezal do Sul

Helicóptero caiu na área rural de Cafezal do Sul, diz PM — Foto: Samu/Divulgação

Um homem, de 27 anos, ficou ferido após a queda de um helicóptero em Cafezal do Sul, no noroeste do Paraná, na manhã desta ultima sexta-feira (22) De acordo com o Corpo de Bombeiros, a queda ocorreu na Estrada São Roque, localizada entre o município e o distrito de Guaiporã.

Conforme a Polícia Militar (PM), a aeronave estava passando veneno em uma plantação de mandioca quando ocorreu a queda. Ainda não há informações sobre o que provocou o acidente. A polícia ainda informou que o piloto saiu da aeronave sozinho e pediu ajuda em uma propriedade rural.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que socorreu a vítima, informou o homem sofreu algumas escoriações, não está em estado grave.

PARANÁ: Justiça bloqueia cerca de R$ 2 bilhões de concessionárias de pedágio.

A Justiça Federal ordenou o bloqueio de cerca de R$ 2 bilhões de cinco concessionárias de pedágio do Estado. O bloqueio de bens se estende aos ex-dirigentes das empresas.

(Foto: Reprodução)

As quatro decisões abrangem as concessionárias Econorte, Ecocataratas, Ecovia, Caminhos do Paraná e Viapar e os ex-diretores das concessionárias.

O juiz substituto da 23ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, Paulo Sergio Ribeiro, determinou os bloqueios atendendo a um pedido do Ministério Público Federal (MPF), para garantir eventuais prejuízos gerados pelas suspeitas de fraudes nos contratos de pedágio. As suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro são investigadas pela Operação Integração.

Por ter fechado acordo de leniência com a força-tarefa da Operação Lava Jato, a CCR Rodonorte não está entre as concessionárias que tiveram bloqueios determinados pela Justiça. O acordo prevê o pagamento de multa de R$ 750 milhões.

FONTE: massanews.com

BRASIL: BNDES apresenta nova linha de crédito para micro e pequena empresas

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou hoje (22) nova linha de financiamento, a BNDES Crédito Pequenas Empresas, voltada para micro e pequenos empreendimentos.

Arquivo/Agência Brasil

Segundo o presidente da instituição, Joaquim Levy, o banco está atento aos sinais de retomada da economia e decidiu criar uma linha de crédito mais simples e mais ágil para que micro e pequenas empresas tenham condições de tocar novos empreendimentos. “Não [é] só para comprar máquinas, mas para todas as atividades necessárias para ampliar, renovar ou melhorar seus serviços”, disse Levy. “As micro e pequenas empresas são fundamentais para a economia. São o melhor sinal de saúde de uma economia”, acrescentou.

O novo instrumento de financiamento tem como foco a geração de postos de trabalho e a ampliação da concessão de crédito para empresas de menor porte, responsáveis por mais de 50% dos empregos formais no Brasil. O trabalho será feito pelo BNDES em parceria com os bancos comerciais, de desenvolvimento e cooperativos, que operam na ponta da cadeia financeira, em todas as regiões brasileiras.

Levy disse ainda que a nova linha de crédito“é uma contribuição do BNDES para dar mais competitividade ao segmento que mais gera emprego. “E emprego é o que o Brasil mais precisa”, afirmou. De acordo com o BNDES, as micro e pequenas empresas respondem pela criação de 18 milhões de empregos formais no Brasil, o equivalente a 55% do total de empregos formais existentes no país.

Novas perspectivas

Levy ressaltou que o crédito para esse segmento de empresas caiu 44% de dezembro de 2014 até janeiro deste ano, mas disse acreditar que, com as novas perspectivas na economia, há chance de crescimento. O saldo de crédito sobre o Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) para as micro e pequenas empresas atingiu 7,3% em janeiro de 2019. “Acho que podemos aumentar isso e dar maior vitalidade para esse setor.”

Ele reforçou que o setor é importante para o BNDES que, no ano passado, repassou quase R$ 15 bilhões para micro e pequenas empresas. Foram 242 mil operações, equivalentes a 79% do total registrado pela instituição em 4.581 municípios, somando 136 mil clientes. Levy, que espera aumentar esses números, informou que o percentual de clientes com faturamento até R$ 4,8 milhões correspondeu a 90% dos clientes do banco em 2018.

O investimento pode ser financiado até 100%, limitado a R$ 500 mil por beneficiário, a cada cinco anos. O cliente contará com três opções de juros de referência: taxas de Longo Prazo (TLP), Selic (TS), ou Fixa do BNDES (TFB). A taxa vai resultar de negociação com o banco agente financeiro do BNDES.

Demanda

A esses juros serão acrescidas a remuneração do BNDES, de 1,45% ao ano, e a remuneração do agente financeiro, que é negociada diretamente com o cliente final. Segundo o BNDES, com isso, na maior parte dos casos, os juros do financiamento devem ficar em torno de 1,3% ao mês, ou cerca de 15% ao ano. A nova linha de crédito será ofertada somente na modalidade indireta, ou seja, os recursos são emprestados pela rede de bancos credenciados pelo BNDES.

Para Levy, a demanda vai chegar rapidamente a R$ 1 bilhão. Ele disse, entretanto, que se for necessário, o banco disponibilizará mais crédito para as micro e pequenas empresas. ”O BNDES tem recursos para isso. Estamos deixando de investir nas grandes [empresas] para ter mais recursos para esse tipo de atividade. Se a gente chegar a R$ 3 bilhões ou R$ 4 bilhões, melhor ainda”, afirmou.

As empresas interessadas podem ir diretamente aos bancos credenciados ou acessar o Canal MPME do BNDES, que repassa os pedidos de financiamento e as informações à central de riscos dos bancos parceiros. O superintendente da Área de Operações e Canais Digitais do BNDES, Marcelo Cordeiro, lembrou que as garantias das pequenas empresas para os empréstimos poderão ser complementadas pelo Fundo Garantidor criado pelo banco recentemente.

O BNDES anunciou também a realização de um estudo de efetividade, que será feito mais à frente, para avaliar a geração e a manutenção de empregos nas micro e pequenas empresas.

FONTE: agenciabrasil.ebc.com.br

PARANÁ: PMs começam a ser selecionados para reforçar segurança em escolas estaduais

Os policiais militares da reserva que reforçarão a segurança de escolas estaduais começam a ser selecionados para a primeira etapa do programa Escola Segura. As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de março. Londrina e Foz do Iguaçu são as primeiras cidades beneficiadas. A Região Metropolitana de Curitiba será atendida na sequência.

(Foto: Geraldo Bubniak/ANPr)

O programa, anunciado na semana passada, foi antecipado após a tragédia na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP). Os policiais militares da reserva atuarão junto ao Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária. Além do reforço no policiamento, as secretarias de Educação e Segurança devem reforçar ações de proteção a alunos, professores e a comunidade em geral.

“Esta é uma condição básica para que os nossos alunos possam ter tranquilidade para estudar, para que seus pais fiquem tranquilos e nossos professores não se sintam inseguros no ambiente de trabalho”, afirmou o governador Ratinho Junior (PSD).

A primeira etapa do Escola Segura deve começar efetivamente no mês de abril. Segundo a Secretaria Estadual de Segurança, foram priorizados os colégios onde foram identificadas situações de vulnerabilidade, violência ou consumo de drogas.

O projeto-piloto terá duração de cinco meses. Serão convocados 200 policiais militares da reserva. Nesta primeira etapa, serão investidos R$ 5 milhões.

Principais pontos do programa

  • Escola Segura é um programa do Governo do Paraná realizado em parceria pelas secretarias da Educação e da Segurança.
  • Objetivo é reforçar a proteção de alunos, funcionários da Educação e pais nas escolas estaduais e no seu entorno.
  • Policiais militares da reserva serão selecionados para fazer a vigilância do ambiente escolar e atuar na prevenção da violência, depredação dos prédios, combate às drogas e ao bullyng.
  • O Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária vai coordenar a atuação dos policiais (pelo menos dois por escola, que irão se revezar nos turnos das aulas).
  • O projeto-piloto começa em Londrina e Foz do Iguaçu e, na sequência, vai abranger também a Região Metropolitana de Curitiba.
  • Serão priorizadas as escolas com mais vulnerabilidade.
  • As inscrições para as 74 vagas de Londrina e 46 de Foz do Iguaçu vão até 30 de março e os selecionados serão chamados para treinamento e para assumir seus postos em 20 de abril. A RMC será a próxima a abrir inscrições.
  • Quem pode se inscrever: soldados da PM que estão na reserva há dois anos, pelo menos. É necessário ter porte de arma vigente.
  • Quem não pode participar: militares reformados e policiais com condenação ou denúncia criminal.
  • A seleção inclui testes físicos e de aptidão mental.
  • Os aprovados passarão por treinamento de 20 horas para atuar no ambiente escolar e receberão R$ 113 por dia de trabalho.
  • O projeto-piloto vai durar cinco meses e envolver até 200 policiais. Após este período, o governo vai avaliar os resultados e a ampliação do projeto.
  • O investimento nesta primeira etapa é de R$ 5 milhões (diárias e equipamentos).
  • O programa contará com o suporte de unidades móveis da PM e integração com o serviço de inteligência da área de segurança.
  • Também terá o apoio da Defesa Civil, que vai oferecer treinamento para prevenção e enfrentamento de situações de crise e calamidade.
  • A decisão de aderir ao programa é da direção de cada escola em conjunto com a comunidade escolar.
  • A seleção das unidades que vão participar do piloto terá critérios como localização, número de estudantes e de turnos de aulas.
  • Os policiais selecionados trabalharão integrados com diretores e professores nas escolas.
  • A Secretaria de Educação vai preparar o corpo pedagógico e editar material de orientação para professores, alunos e pais.

FONTE: Colaboração AEN

BRASIL: Porta-Voz: Não existe nenhum tipo de racha nas Forças Armadas; somos unidos.

O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, negou que exista algum tipo de racha nas Forças Armadas por causa da proposta de reestruturação de carreira entregue pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso. “Não existe nenhum tipo de racha nas nossas Forças Armadas. Somos unidos, temos projeto e olhamos para o futuro do País”, afirmou o porta-voz durante briefing no Palácio do Planalto.

Como revelado pelo Estadão, durante o fim de semana circularam em grupos de Whatsapp de militares de patentes inferiores várias versões do pacote da reforma da Previdência da categoria, o que gerou reação negativa e fez com que o Exército divulgasse uma nota de esclarecimento.

“Os chefes militares compreendem as necessidades dos seus subordinados e são os interlocutores junto ao governo dessas demandas e dessas necessidades. Não se faz necessário que os estamentos mais inferiores da nossa carreira tenham a oportunidade de apresentar diretamente à sociedade. Os chefes militares são responsáveis por isso, e fazem isso por dever de Justiça e por princípio de liderança”, disse Rêgo Barros.

FONTE: Estadão

PARANA: Projeto de lei propõe redução da máquina e economia de R$ 10,6 milhões

O Governo do Estado encaminhou nesta quarta-feira (20-03) para a Assembleia Legislativa o substitutivo geral do projeto de lei da Reforma Administrativa, que redesenha a estrutura organizacional da Administração Direta.

(Foto: AEN)

O novo texto projeta uma economia de R$ 10,6 milhões anuais aos cofres públicos, resultado da redução do número de secretarias e da extinção de 339 cargos comissionados e funções gratificadas.

O substitutivo traz ajustes e complementações considerados importantes para tornar a proposição mais clara e facilitar sua tramitação. A mensagem não altera a espinha dorsal do projeto, que é a diminuição do número de secretarias de 28 para 15.

“Esta é a primeira etapa de um planejamento mais amplo da máquina pública, que foi dividido em três fases. Queremos reorganizar o Estado, aumentar a eficiência e economizar recursos públicos. Nossa meta é economizar entre R$ 30 milhões e R$ 40 milhões quando todo o processo estiver concluído”, afirma o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

O chefe da Casa Civil, Guto Silva, explica que o novo texto encaminhado ao legislativo traz “mudanças mais de forma do que de conteúdo”. “É importante destacar que o texto não só comprova, como até supera o cálculo inicial, anunciado em fevereiro pelo governo, quando a primeira versão do projeto foi protocolada na Assembleia Legislativa”, afirma.

O estudo do impacto econômico desta primeira etapa da reforma acompanha o substitutivo. Os cálculos foram realizados por técnicos de cinco secretarias: Fazenda, Planejamento, Administração, Casa Civil e Procuradoria- Geral do Estado.

O estudo indica que dos 2.515 cargos em comissão da administração direta foram cortados 261. Enquanto as funções de gestão pública passaram de 906 para 857, uma redução de 49. Já na Coordenação da Receita Estadual houve um corte de 29 cargos, passando de 89 para 60. No total, foram eliminados 339 cargos.

O que muda

O novo texto altera o nome da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental e do Turismo para Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

Também muda a vinculação de dois órgãos, o Simepar e o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, que saem da Governadoria e passam, respectivamente, para a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e a Casa Civil.

E extingue o Departamento Estadual de Arquivo Público como órgão de regime especial, passando suas competências à Secretaria de Estado da Administração e da Previdência. Outra diferença do projeto original é o maior detalhamento das competências de cada secretaria e a subdivisão da tabela salarial da Coordenação da Receita Estadual, agora apresentada em cargos em comissão e carreira típica.

Também foi feita uma pequena redução de valores na tabela de vencimento para os cargos de superintendente, diretor-geral e diretor para manter a proporcionalidade com o salário dos secretários estaduais, que foram congelados por determinação do governador.

Tramitação

Com a entrega do novo texto à Assembleia Legislativa, o governo espera que a sua tramitação ocorra até o final de abril. Os outros dois projetos de lei, que completarão a reforma administrativa, estão sendo finalizados por uma equipe técnica e, de acordo com o secretário de Estado do Planejamento e Coordenação Geral, Valdemar Bernardo Jorge, deverão ser encaminhados na sequência para apreciação dos deputados.

“O trabalho exigiu o alinhamento das secretarias ao Plano de Governo, a redefinição das estruturas básicas das pastas, o estabelecimento de suas competências típicas e a definição do conjunto de cargos comissionados e funções de gestão pública destinado a atender as necessidades técnicas de cada área”, informa Bernardo Jorge.

A primeira etapa da reforma, que consta no texto que começa agora a tramitar na Assembleia, é a mais ampla. O projeto de lei define as competências de cada pasta, a vinculação dos órgãos da administração indireta e a distribuição dos servidores efetivos de carreira com a fusão das secretarias. As outras duas etapas tratarão da junção de autarquias e da redução da estrutura física do Estado.

FONTE: Colaboração AEN

Futebol: Cascavel Clube Recreativo derrota o Coritiba no Estádio Olímpico

Abertura da terceira rodada foi realizada nesta quarta-feira (20-03)

Nesta ultima  quarta-feira (20-03), o Cascavel Clube Recreativo recebeu o Coritiba no Estádio Olímpico Regional pela terceira rodada da Taça Dirceu Kruger do Campeonato Paranaense de Futebol.

No primeiro tempo, aos cinco minutos jogados Hildo do CCR arrisca de longe e Muralha espalma.

Cobrança de falta para o Coxa. Giovanni bate para a área, Sabino cabeceia e o goleiro Marcos Paulo segura.

Aos 25 minutos jogada do Coritiba. Igor Paixão cruza e a bola para Igor Jesus que tenta de letra e a bola passa perto do gol do CCR.

Chance do time da casa aos 36 minutos: Vitor cobra falta e Muralha defende.

Intervalo de jogo Cascavel Clube Recreativo 0 x 0 Coritiba.

No segundo tempo, aos 4 minutos Taylan do CCR chuta, Allan Costa tenta tirar e acaba marcando contra, de cobertura: 1 a 0 para o Cascavel Clube Recreativo.

Aos 15, Igor Jesus cruza pela esquerda, Juan Alano bate de primeira, sozinho e manda para fora.

O Coxa tenta com Welinton Júnior que bate forte da pequena área e a bola passa perto do travessão.

Boa jogada do CCR com Rafael Castro. Ele chuta, Muralha defende e na sequência Sassá chuta para fora.

Em velocidade Castro do CCR tenta com Ronaldo, que bate bem mas a bola vai para fora.

Fim de jogo Cascavel Clube Recreativo 1 x 0 Coritiba.

Com o resultado o CCR chega aos seis pontos na tabela de classificação do Grupo B. O Coritiba perde a invencibilidade na competição e permanece com 6.

No próximo domingo (24), pela quarta rodada o adversário do Coritiba é o Rio Branco no Couto Pereira às 16:00. O CCR enfrenta o Paraná Clube na Vila Capanema às 20:00.

Outros resultados

Foz 0 x 0 Toledo

Maringá 1 x 2 Londrina

Athletico 3 X 0 Operário

Dois jogos complementam a terceira rodada nesta quinta- feira (21-03).

Na Vila Capanema o Paraná recebe o Cianorte a partir das 20:00.

No mesmo horário tem FC Cascavel e Rio Branco no Estádio Olímpico Regional.

fonte: www.catve.com