Controladoria lança campanha sobre ética no serviço público.

Adesivos foram colados nos espelhos dos palácios Iguaçu e das Araucárias. Ainiciativa é da Coordenadoria de Compliance, que identifica rotinas e condutas que possam facilitar a corrupção no serviço público, para então combatê-las.
A Controladoria-Geral do Estado (CGE) lançou uma campanha interna, em homenagem ao seu aniversário de 6 anos, em 30 de outubro. Durante a semana, nos espelhos de elevadores e banheiros, dos palácios Iguaçu e das Araucárias, foram colocados adesivos que reforçam a responsabilidade dos atos dos servidores.
Os adesivos contêm o texto “Você é reflexo de suas atitudes” e buscam ressaltar que a imagem do servidor vai além da aparência e é construída pelas atitudes. “As atitudes de cada um interferem no resultado final, que é bem atender o cidadão, com probidade, ética e integridade”, diz o controlador-geral do Estado, Raul Siqueira.
Ele informou que a iniciativa é da Coordenadoria de Compliance, que identifica rotinas e condutas que possam facilitar a corrupção no serviço público, para então combatê-las com o procedimento adequado.
A coordenadora de Compliance, Marilis Molinari, explicou que a campanha é de conscientização. “Esta ação complementa nosso trabalho de estimular o servidor a não ser conivente com a corrupção e denunciá-la quando perceber algum ato irregular ou ilícito”, afirmou.
O Compliance já começou a ser implantado em dez órgãos estaduais. Servidores foram entrevistados para que identificassem possíveis vulnerabilidades à corrupção em seu setor. Em seguida, será elaborado o Plano de Integridade para cada órgão. “Vamos dar instrumentos para que o servidor se sinta seguro para denunciar atitudes que não deveriam ser cometidas na relação com empresas e sociedade”, acrescentou a coordenadora.
CANAIS – As manifestações dos servidores são anônimas, para que eles se sintam à vontade para registrar uma denúncia ou expor um procedimento que pode ser alvo de corrupção ativa ou passiva. Para alcançar todos os servidores, a CGE diversificou os canais de contato com a Coordenadoria de Compliance.
Aqueles que preferem registrar em meio físico dispõem de um formulário impresso e uma urna física para depositar suas impressões. Essas urnas estão colocadas em vários pontos do órgão público.
Para quem confia mais na tecnologia, foi criada a Urna online. Por um link disponível aos servidores que já passaram pela entrevista dos agentes de compliance é possível registrar a manifestação, mantendo o anonimato. O servidor também pode procurar o agente de compliance de sua secretaria ou empresa pública para expor o problema.
Essas alternativas estão disponíveis junto com a Ouvidoria-Geral do Estado, que recebe manifestações de servidores e da população. O contato pode ser feito pelo site www.cge.pr.gov.br, nas opções Ouvidoria e Denuncie a Corrupção. Também é possível ligar para o 0800 41 1113.

Quadrilha envolvida com furto de petróleo é alvo de ação da Polícia Civil do RJ.

Polícia Civil do PR presta apoio aos cumprimentos de mandados; mais de 150 mil litros eram desviados por mês
A Polícia Civil do Paraná dá apoio a uma operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro , que visa desarticular uma associação criminosa envolvida com furto de petróleo e derivados no Norte Fluminense. A ação acontece nesta terça-feira (05-11).
No Paraná, a PCPR dá apoio ao cumprimento de um mandado de busca e apreensão em uma empresa situada em Rolândia, no Norte do Estado. Policiais civis da região acompanham a ação desde as primeiras horas do dia.
As investigações da PCRJ apontam que o bando fazia, em média, de duas a três retiradas por semana, totalizando cerca de 150 mil litros de petróleo e derivados. Os produtos seriam enviados em caminhões bitrens, com capacidade de armazenamento de 50 mil litros, para o Estado do Paraná.

Fraude contra Prefeitura de Imbituva é alvo de operação da Polícia Civil.

Dois servidores e uma idosa teriam causado prejuízo de R$ 500 mil aos cofres públicos
A Polícia Civil deflagrou uma operação, na manhã de segunda-feira (4), com o intuito de apurar fraude contra a Prefeitura de Imbituva, na região dos Campos Gerais, que resultou em prejuízo de R$ 500 mil aos cofres públicos. Sete mandados judiciais, sendo três de prisão temporária e quatro de busca e apreensão, foram cumpridos durante a ação.
Conforme apurado pela Polícia Civil, a fraude estaria ocorrendo no procedimento de desapropriação de um imóvel para a construção de um clínica de reabilitação na cidade. Uma idosa teria se beneficiado do esquema criminoso junto de outros dois servidores municipais da Prefeitura.
O trio foi preso em cumprimento aos mandados de prisão temporária durante as buscas em endereços relacionados aos investigados. A sede da Prefeitura de Imbituva foi um dos endereços-alvo da ação.
Os três foram indiciados por associação criminosa, falsidade ideológica, falsa perícia, inserção de dados falsos no sistema de informações policiais e modificação ou alteração não autorizada de sistema de informações e lavagem de capitais.
Os dois servidores estão sujeitos a afastamento e demissão de cargo.

GUAÍRA: Ataque de abelhas deixa moradores da Vila Velha em alerta.

A Secretaria de Agropecuária, Infraestrutura e Meio Ambiente foi alertada pelo Corpo de Bombeiros, esta manhã (04-11), sobre um um ataque de abelhas em uma residência no Bairro Vila Velha.
Segundo a Diretora de Meio ambiente, Aline Priscila, a origem das abelhas ainda não foi certificada, acredita-se que as abelhas já viviam no forro ou assoalho da casa e devido alguma intervenção podem ter ser alterado.
O ataque acometeu uma criança e sua babá, que conseguiram fugir para casa dos vizinhos sem maiores consequências. Dois cachorros morreram, devido cerca de 200 picadas das abelhas e alguns vizinho também foram atacados.
Toda a área está isolada e dois apicultores voluntários estão tomando as providências para retirada das abelhas sem mais nenhum acidente. A ação de retirada será efetuada hoje a noite com apoio do Corpo de Bombeiros, guarda Municipal e Meio Ambiente.
A equipe da diretoria de Meio Ambiente solicita desde já que todos os vizinhos colaborem apagando as luzes de suas casas, uma vez que as abelhas podem ser atraídas pela luminosidade próxima no ato da retirada.

GUAÍRA: Projeto que fomenta a participação da família na escola realizou mais uma etapa em outubro.

No último dia 30, foi realizado na Escola Municipal João Ambrósio, mais uma etapa do projeto Família e Escola uma parceria de amor e sucesso.
A professora da Sala de Recursos Multifuncional, Marleide Belegante apresentou seus projetos, “A importância das abelhas para a polinização das plantas” e “O trânsito nas rodovias e nas cidades”. Os trabalhos foram realizados por meio de atividades concretas, lúdicas e visita a campo.
A secretária de Educação Franciele Danelon, acrescenta que durante o projeto a Secretária de Educação – SMED, por intermédio da Diretoria de Educação Especial, contribuem no sentido de dar apoio aos professores e também dialogar com os pais sobre a importância da participação dos filhos na escola. “É importante salientar que esse é um momento importante para todos, os pais têm a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o trabalho dos profissionais que estão com seus filhos.”
Durante o projeto a psicóloga, Stefanny Louíse Dörner Freitas abordou o tema, “Refletindo sobre educação emocional infantil”. Para entender a criança, é preciso entender que os comportamentos são selecionados pelas consequências. Stefanny explicou que todos tem papel fundamental em relação a forma como a criança vai se relacionar diante de seu ambiente.
Elianara Falci, Diretora de Educação Especial, destaca que o trabalho idealiza que a escola e a família tracem metas complementares, dando todo o apoio que o aluno precise para seu desenvolvimento intelectual, de maneira a formar cidadãos críticos capazes de enfrentarem todas as complexidades que surgirão ao longo da vida. “A equipe técnica do Departamento de Educação Especial, fomenta ações no sentido de dar apoio aos professores e também dialogar com as famílias sobre a importância da participação dos filhos na escola.”
Ana Albuquerque Assessora Pedagógica e coordenadora do projeto explica: “É importante salientar que esse projeto tem como principal objetivo, resgatar o amor e o sucesso do trabalho em conjunto, entre a escola e a família/comunidade, aprimorando habilidades necessárias para o pleno desenvolvimento escolar”

Mais de 655 quilos de maconha são apreendidos em Ouro Verde do Oeste.

Jovem de 24 anos e adolescente de 16 foram encaminhados à 20ª SDP de Toledo
Grande apreensão de maconha foi feita no início da manhã de domingo (3) em Ouro Verde do Oeste. Ao todo 656,3 kg foram apreendidos.
De acordo com o policial autor da apreensão, ele se deslocava até a cidade para assumir o serviço, quando passou por um veículo Cobalt em alta velocidade na rodovia em sentindo contrário.
Ao chegar em Ouro Verde, parou no posto de combustível para abastecer, momento em que notou outro veículo suspeito com películas escuras e placa de Curitiba, o qual estava sendo abastecido.
Demonstrando nervosismo, o policial aproximou-se do veículo e pediu para o homem que estava próximo se o mesmo era dele, e confirmou que sim. Ao abrir a porta traseira foi verificado que embaixo de panos pretos, havia grande quantidade de maconha.
Prontamente suspeitando do veículo que havia encontrado na estrada, o soldado ligou para central 190 para que o veículo Cobalt também fosse abordado, suspeitando que fosse o batedor da carga.
Nas proximidades da pedreira municipal, policiais abordaram o veículo conduzido por outro homem, o qual após revista no interior do veículo foi encontrada mais uma grande quantidade de maconha.
Posteriormente pesadas as drogas dos veículos, totalizaram aproximadamente 355,800 kg dentro do veículo Cruze, e aproximadamente 300,500 kg no veículo Colbat.
Nos pertences de um dos presos, foi encontrado dentro de uma mochila com roupas, um par de placas além de ferramentas para uma possível troca das placas durante o percurso, e mais R$ 118,00.
O veículo Cruze estando com placas de Curitiba o qual não bateram com o chassi e vidros do mesmo, após verificado o chassi do veículo via sistema da PMPR, sendo que apresentou alerta de furto e roubo, na cidade de Penha, Santa Catarina.
Indagado os indivíduos quanto cada um receberia para fazer transporte da droga, um disse que receberia a quantia de 5 mil reais quando chegasse no destino e o outro disse que não sabia o valor que receberia.
Toda a carga e os veículos, com os dois condutores presos, moradores de Maringá e Campo Largo, sendo um de 24 anos e um menor, de 16 anos, foram entregues na 20ª SDP, em Toledo, e ficam à disposição da Justiça.

PRF de Foz do Iguaçu irá utilizar Dodge Challenger no combate à criminalidade.

Veículo foi apreendido em operação contra o tráfico e cedido à corporação pela Justiça Federal

 
A PRF (Polícia Rodoviária Federal) de Foz do Iguaçu ganhou um importante e potente reforço no combate à criminalidade na região da tríplice fronteira. Trata-se de um Dodge Challenger que passará a ser utilizado como viatura da corporação.
De acordo com a PRF, o veículo de luxo foi apreendido no Paraná durante operação contra o narcotráfico. Ele, então foi cedido à corporação pela Justiça Federal de Umuarama e passará a ser empregado no combate a crimes em Foz e região.
Com um motor V8 de 370 cavalos de potência, o “muscle car” vai de 0 a 100 quilômetros por hora em seis segundos. O carro tem valor de mercado de aproximadamente R$ 200 mil.
FONTE: PRF/PR

Jovem de 20 anos morre em colisão frontal na BR 369.

Leonardo Zielinski chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Leonardo Zielinski, de 20 anos, morreu em um grave acidente de trânsito na madrugada de sexta-feira (1º), na BR 369, em Corbélia. O jovem era motorista de um Fiat Uno, que colidiu frontalmente com um caminhão-baú. Ele chegou a ser socorrido por uma equipe da Viapar – concessionária que administra o trecho -, mas não resistiu aos ferimentos.
O acidente aconteceu por volta de 3h30, no quilômetro 505 da rodovia. Conforme relatos do condutor do caminhão à equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal), ele trafegava no sentido Corbélia/Cascavel, quando houve a colisão com o Uno, com placa de Braganey, que transitava no sentido Cascavel/Corbélia e invadiu a pista contrária.
Com a força do impacto, o carro se partiu ao meio, ficando completamente destruído. Partes do veículo ficaram espalhadas pela rodovia. O caminhão também ficou com a parte frontal bastante danificada. As causas do acidente ainda serão apuradas, mas acredita-se que o motorista do Uno possa ter dormido ao volante.
Socorristas da Viapar chegaram ao local rapidamente e prestaram os primeiros atendimentos ao rapaz, que não resistiu e morreu no interior da ambulância. Leonardo era morador de Braganey. O IML (Instituto Médico-Legal) de Cascavel foi mobilizado para fazer o recolhimento do corpo.
No caminhão, além do condutor, que não ficou ferido, estava o passageiro, de aproximadamente 45 anos. A vítima ficou presa às ferragens, o que dificultou o trabalho da equipe de socorro. Apesar disso, o homem sofreu apenas ferimentos leves e foi encaminhado pelo Samu a uma unidade hospitalar de Cascavel.
Equipes do Corpo de Bombeiros de Cascavel também prestaram apoio à ocorrência.

Adolescente suspeito de matar mãe e golpear padrasto com faca é detido na escola.

A mãe do adolescente, Shirley Bueno da Silva, de 52 anos, não resistiu aos ferimentos

Um adolescente de 15 anos foi apreendido suspeito de matar a mãe e esfaquear o padrasto na quinta-feira (31), em Londrina.
A mãe do adolescente, Shirley Bueno da Silva, de 52 anos, não resistiu aos ferimentos. O padrasto, Aguinaldo José da Rosa, ex-Secretário de Obras da cidade, ficou gravemente ferido, foi socorrido e encaminhado para o Hospital do Coração.
De acordo com o relato do homem para a polícia, o adolescente entrou no quarto do casal no início da manhã com uma faca de churrasco. Ele golpeou a mãe nas costas e na perna, causando perfurações profundas.
Aguinaldo tentou se defender, mas também foi atingido com facadas no tórax e no abdômen.
Depois do crime, o adolescente seguiu para a escola normalmente. Ele foi apreendido por policiais do 5º Batalhão da Patrulha Escola, com uma faca e uma máscara de Halloween dentro da mochila. O suspeito foi encaminhado para o Centro de Triagem.
O corpo da mãe do adolescente foi levado para o Instituto Médico Legal (IML).

FONTE: Rede Massa

Granizo destrói plantações em Ubiratã, na região oeste do Paraná.

As rajadas de vento no Paraná chegaram a 90 km/h no Paraná, segundo o Simepar.

As rajadas de vento no Paraná chegaram a 90 km/h no Paraná, segundo o Simepar.
A chuva forte atingiu algumas cidades do estado no início da tarde desta quinta-feira (31) e causou estragos.
O radar do Simepar que monitora a região registrou vento de 90 km/h em Marechal Cândido do Rondon. A ventania mais forte no Paraná, porém não há informações de vítimas e prejuízos até o momento.
Em Ubiratã, a 87 quilômetros de Cascavel, o temporal atingiu a área rural. Vídeos mostram granizo na Vila Yolanda. A rajada de vento chegou a 74 km por hora por volta de 13 horas. Imagens feitas mostram a quantidade de gelo que caiu e causou destruição nas plantações (VÍDEO).
Segundo o agricultor Felipe Goulart Soares, houve praticamente perca total da plantação de soja. Em algumas lavoras, pode haver a necessidade de iniciar do zero o plantio. O temporal que durou de 15 a 20 minutos destelhou aviários, casas e barracões. O prejuízo é considerado pequeno, comparado a força do vento e a quantidade de pedra.
A Defesa Civil atende os locais mais afetados que são: a comunidade de Três Placas e o distrito de Yolanda. Ainda não informações oficiais sobre quantas pessoas foram afetadas.
De acordo com o Simepar, no decorrer do dia áreas de instabilidades atuaram e seguem atuando entre as regiões sudoeste, oeste, centro-oeste e noroeste do Estado.
Nestes setores, foram registradas chuvas moderadas a fortes e rajadas de ventos, a mais forte em Marechal (90 Km/h).

 

FONTE: CATV.