Paraná tem o 2º menor número de mortes em rodovias federais em dez anos, aponta PRF.

Com 500 mortes e 8,5 mil feridos, balanço de 2019 da PRF no estado revela estabilidade em relação ao ano anterior
Quinhentas pessoas morreram e outras 8.551 saíram feridas em acidentes de trânsito registrados nas rodovias federais do Paraná ao longo de 2019. O número de mortes é o segundo menor dos últimos dez anos, acima apenas do total verificado em 2018, quando houve 494 mortes e 8.348 vítimas feridas no estado.
Os dados são da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que divulgou seu balanço anual na manhã desta terça-feira (21).
Em relação ao ano anterior, o total de mortes oscilou 1,2%. E o de feridos, 2,4%. Já o total de acidentes atendidos pelas equipes da PRF caiu 3,1% –passou de 7.955 para 7.705.
O pico de vítimas mortas dentro da série histórica ocorreu em 2012, quando 855 pessoas perderam a vida em rodovias federais paranaenses (veja gráfico).
Perfil dos acidentes fatais
As principais causas dos acidentes que resultaram em vítimas mortas no ano passado foram falta de atenção do condutor (21% das mortes); falta de atenção do pedestre (17,2%); desobediência às normas de trânsito pelo condutor (16,8%); velocidade incompatível (16,4%); ultrapassagem indevida (6,2%), ingestão de álcool (4,6%); sono (3%); e desobediência às normas de trânsito pelo pedestre (3%).
Quase metade das mortes ocorreram em colisões frontais (24,8%) ou em atropelamentos (24,6%). A maioria dos óbitos ocorreu em situação de pista seca (82,4%), em trechos de reta (65,4%), no período noturno (64,5%), em rodovias de pista simples (53,5%) e de sexta-feira a domingo (52,2%).
Motociclistas ou passageiros de motocicletas foram 22,2% das vítimas mortas. Ciclistas, 4,2%. Homens representaram 83,8% do total de óbitos.
Ações de fiscalização
Em 2019, os policiais rodoviários federais flagraram 4.216 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas no Paraná. O número é 9,3% superior ao verificado no ano anterior, quando houve 3.858 flagrantes.
Outros 19,9 mil motoristas foram autuados por ultrapassagens proibidas, que estão entre as principais causas das colisões frontais.
A PRF constatou ainda 2.047 crianças sendo transportadas sem cadeirinha, assento de elevação ou bebê-conforto.
Ao longo de 2019, mais de 20,2 mil veículos foram recolhidos aos pátios da PRF no estado, por diferentes irregularidades. No caso específico de caminhões, por exemplo, quase 8,6 mil toneladas de excesso de peso foram detectadas.
A Polícia Rodoviária Federal fiscaliza cerca de 3,9 mil quilômetros de malha viária no Paraná.
Balanço resumido de ocorrências de trânsito em rodovias federais no Paraná (2019):
– 500 mortes;
– 8.551 feridos;
– 7.705 acidentes atendidos;
– 4.216 flagrantes de embriaguez;
– 19,9 mil ultrapassagens proibidas;
– 2.047 crianças sem cadeirinha;
– 20,2 mil veículos recolhidos;
– 8,6 mil toneladas de excesso de peso.
Fonte: PRF

15ª BRIGADA DE INFANTARIA MECANIZADA INTENSIFICA PATRULHAMENTO NA FRONTEIRA.

Militares da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, (15ª Bda Inf Mec) intensificaram ações de patrulhamento e controle de estradas na faixa de fronteira entre o Brasil, Paraguai e Argentina.
A ação está sendo realizada de forma integrada com os òrgãos de segurança pública dentro do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras, instituído pelo Decreto Presidencial nº 8.903, de 16 de novembro de 2016, para o fortalecimento da prevenção do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços.
A intensificação desta fiscalização foi desencadeada pela 15ª Bda Inf Mec, em coordenação com os diversos Órgãos de Segurança Pública e de Fiscalização Federais, Estaduais e Municipais, em ambiente interagências, com o objetivo de fortalecer a presença do Estado na região, atuando em ações preventivas e repressivas pontuais, tais como: patrulhamento a pé e motorizado, postos de bloqueio e controle de estradas, em vias urbanas e fluviais, revista de pessoas, veículos, embarcações e aeronaves.
EXÉRCITO BRASILEIRO BRAÇO FORTE – MÃO AMIGA

BPFRON apreende veículo carregado com pneus contrabandeados em Foz do Iguaçu-PR durante Operação Hórus.

Na madrugada de hoje, (21/01) Policiais Militares do BPFRON – Batalhão de Polícia de Fronteira em conjunto com Receita Federal do Brasil realizavam patrulhamento na cidade de Foz do Iguaçu-PR durante Operação Hórus, quando visualizaram um veículo Citroen/Xsara Picasso de cor azul trafegando nas proximidades de um porto clandestino. Realizado abordagem
foi constatado que o veículo estava carregado com 05 pneus de carreta de origem Paraguaia sem os devidos desembaraços aduaneiros.
Diante dos fatos o condutor foi identificado e orientado quanto aos procedimentos. Já o veículo e contrabando foram encaminhados para alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu-PR para os procedimentos cabíveis.
Resultados desta ação:
05 pneus de carreta apreendidos.
01 veículo apreendido.
A Operação Hórus faz parte do Programa V.I.G.I.A. sendo coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública com o objetivo de coibir os crimes transnacionais. Ela é realizada de forma integrada pela Receita Federal do Brasil, Polícia Federal (PF), Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFRON) e COE da Polícia Militar do Paraná, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre) da Polícia Civil do Paraná, COE da Polícia Militar do Paraná, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança Pública e Exército Brasileiro, com apoio da Secretaria de Operações Integradas (SEOPI) do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

MUNDO NOVO: Infraestrutura sinaliza estacionamentos específicos para carros e motos na Avenida Castelo Branco e constrói quebra-molas na Av. Campo Grande.

A secretaria municipal de Infraestrutura está sinalizando parte da Avenida Castelo Branco, no Centro, para estacionamentos específicos para carros e motos – como fez no final do ano na Avenida Brasil.
O Departamento Municipal de Trânsito e o setor de Pinturas – ambos ligados a Infraestrutura – trabalham em conjunto. Um redutor de velocidade também está sendo construído próximo ao Supermercado Central, na Avenida Castelo Branco, no bairro São Jorge.
FONTE: Texto e fotos: Jandaia Caetano/Semcos

MUNDO NOVO: Governo de Mundo Novo transfere sorteio de uma moto e três bicicletas para o dia 31.

394 cupons de pagamentos do IPTU via Refis se somam aos 4.426 anteriores
O Governo de Mundo Novo adiou o sorteio de uma moto e três bicicletas, para quem pagou o IPTU 2019, para o dia 31 de janeiro, às 15h00, na Pantanal FM.
Devido a anexação de mais 394 cupons de pagamentos do IPTU feitos pelo Refis (programa de Recuperação Fiscal) no último semestre, a secretaria municipal de Finanças solicitou a transferência de data.
Segundo o diretor da Receita Municipal, Renan Ferreira, o objetivo é dar o máximo de transparência possível para o processo. O diretor explicou que o sistema apresentou os 4.426 cupons pagos diretamente. Os pagos pelo Refis não haviam sido publicados na última semana.
A publicação dos novos cupons acontece nesta semana e o número atualizado é de 4.820 cupons. Neste ano, os cupons são automáticos e o munícipe não precisa requerê-lo na Receita Municipal.
FONTE: Texto:Jandaia Caetano/Semcos-Banner:Arquivo Semcos

GUAÍRA: OCORRÊNCIA PM ÚLTIMAS 24 HS.

ABANDONO DE INCAPAZ
Nesta segunda feira (20-01), por volta das 17h15min a equipe seguindo solicitação
via Copom deslocaram até a UPA 24 horas onde foi informada que deu entrada naquela
Unidade de Saúde, trazida pelo SAMU uma senhora de 77 anos com várias lesões pelo
corpo e também na área genital com ferimentos infeccionados, febre e sintomas de
desnutrição, palidez e fraqueza muscular. Diante do fato foi entrado em contato com a
equipe do SAMU que realizou o atendimento, sendo informado a equipe PM que a vítima
foi encontrada em sua residência em péssimo estado de higiene sobre uma cama e o
local todo se encontrava sujo e sem condições de higiene sendo que a pessoa que
acionou o SAMU é um funcionário do sítio onde ela estava o qual informou a equipe do
SAMU que encontrou a senhora caída no chiqueiro e levou a mesma até a casa e
colocou ela na cama, mas no momento da chegada da equipe do SAMU só se
encontrava a senhora no local segundo informações na residência reside a mesma e seu
filho, após essa informação a equipe deslocou até o sítio onde encontrou a residência
fechada e logo em seguida chegou o filho que informou que deixou sua mãe com um
funcionário que levou ela no médico porque ela não queria que ele a levasse ao médico
sendo que já tentou levar ela mais vezes, e ela se negou, diante do fato foi informado a
Polícia Civil do fato haja visto haver indícios de crime. Foi confeccionado o presente
boletim de ocorrência e encaminhado a Delegacia de Polícia Civil para providências
cabíveis.

JUSTIÇA: Empresas entregam novas propostas para fabricação de urnas eletrônicas.

Urnas devem ser usadas nas eleições municipais de 2020
As duas empresas que concorrem à licitação para fabricação de novas urnas eletrônicas modelo 2020 (UE 2020) cumpriram o prazo e entregaram, na manhã desta segunda-feira (20), novas propostas técnicas e protótipos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), segundo informações do próprio tribunal.

O processo de licitação começou em julho de 2019 e no dia 13 de setembro as empresas Positivo e Smartmatic do Brasil entregaram documentação e protótipos para participar da seleção, mas foram desclassificadas por não cumprirem especificações técnicas previstas no edital da licitação.
No último dia 8 foi concedido prazo de oito dias úteis para apresentação de novas propostas. Com a entrega das propostas finais, a partir de amanhã (21) e até o dia 26 de janeiro (domingo) serão realizados testes para ver se os modelos apresentados atendem aos requisitos exigidos em edital. O resultado final será publicado na segunda, dia 27 de janeiro.
Segundo o TSE, o objetivo do tribunal é adquirir até 180 mil urnas para substituir parte de seu parque tecnológico, que atualmente é de 470 mil unidades em todo o país. Os modelos 2006 e 2008, que somam 83 mil equipamentos, fazem parte dos que serão substituídos pelo modelo novo.
*com informações do TSE
FONTE:Por Agência Brasil-Brasília

Dois foragidos de prisão no Paraguai são recapturados pela polícia

No domingo (19-01), 75 detidos, a maioria ligados ao PCC, escaparam de presídio perto de fronteira com Mato Grosso do Sul
Policiais de Mato Grosso do Sul e do Paraguai recapturaram nesta segunda-feira (20-01) 2 dos 75 presos, muitos deles integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital), que escaparam da penitenciária de Pedro Juan Caballero, na fronteira do Paraguai com o Brasil, na madrugada de domingo (19).
A Polícia Civil de Ponta Porã, cidade na divisa com Pedro Juan Caballero, investiga se o brasileiro capturado Eduardo Alves da Cunha, 30, portava documentos ilegais e foi condenado com nome falso no Paraguai.Um dia depois do caso na fronteira com Mato Grosso do Sul, 26 presos fugiram de outra região de fronteira e rota para o tráfico de drogas. Eles quebraram a parede da cela e usaram lençóis amarrados para escalar o muro na penitenciária Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco, no Acre. Um preso foi recapturado na tarde desta segunda.
Um dia depois do caso na fronteira com Mato Grosso do Sul, 26 presos fugiram de outra região de fronteira e rota para o tráfico de drogas. Eles quebraram a parede da cela e usaram lençóis amarrados para escalar o muro na penitenciária Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco, no Acre. Um preso foi recapturado na tarde desta segunda.
O secretário-adjunto de segurança pública do Acre, coronel PM Ricardo Brandão, disse não descartar ligação entre a fuga local e a ocorrida no Paraguai.
Sozinho e descalço, Cunha foi preso por policiais militares de Mato Grosso do Sul do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), às margens de uma rodovia entre Ponta Porã e a cidade de Dourados, segundo informou o secretário de segurança pública, Antonio Carlos Videira.
O recapturado é de Imperatriz, no Maranhão. Segundo a PM, ele confessou ter fugido da penitenciária junto com os outros presos que estavam na ala do PCC. A Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública em Mato Grosso do Sul), porém, ainda mantém dúvidas sobre o real nome do foragido.

O nome de Eduardo Alves da Cunha consta na lista divulgada pela Polícia Nacional do Paraguai com os rostos dos 75 foragidos, mas o nome está destacado em vermelho depois que a polícia brasileira levantou suspeitas sobre a identidade.
O secretário de segurança do Mato Grosso do Sul declarou que, até agora, não foi possível encontrar dados sobre ele em nenhum estado brasileiro. Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã, que investiga o caso.
“Até o momento nós não localizamos nenhum estado brasileiro com esses dados. Essa pessoa pode ter sido inclusive processada, condenada, com outro nome. Os comissários estão na delegacia em Ponta Porã, os peritos, os copistas, também, porque pode ser que essa pessoa caiu, foi preso, no Paraguai, com nome falso, então a importância de se averiguar se este nome é verdadeiro”, disse Videira.
O outro preso recapturado foi localizado no Paraguai, pela Polícia Nacional do país vizinho. Segundo nota oficial no site do governo, ele se chama Sabio Darío González Figueredo, tem nacionalidade paraguaia e foi flagrado quando tentava se esconder em uma casa na periferia de Pedro Juan Caballero, a apenas 200 m da penitenciária de onde escapou.
Conforme noticiou a imprensa do Paraguai, a fuga, na verdade, pode ser sido uma liberação. É o que declarou o ministro do interior no Paraguai, Euclides Acevedo. “Foi encontrado um túnel e acreditamos que esse túnel foi um recurso enganoso para legitimar ou maquiar a liberação dos presos. Há cumplicidade com as pessoas de dentro da prisão e esse é um fenômeno que acontece em todas as penitenciárias”, afirmou o ministro do Interior do país, Euclides Acevedo, em nota publicada em site do governo.O secretário de Justiça de Mato Grosso do Sul declarou que não é possível confirmar o número total de foragidos. “Hoje nós temos 75, eles estão fazendo uma busca e confirmando, então esse número pode ser aumentado e também diminuir porque algumas dessas pessoas podem ter fugido no decorrer da semana. Não necessariamente todos saíram por esse túnel.”

Homem cai de 10 metros de altura em prédio.

Ele despencou da janela do terceiro andar; familiares acordaram com os gritos de socorro da vítima
Um homem de 49 anos ficou ferido ao sofrer uma queda de quase 10 metros de altura na madrugada de terça-feira (21), em um prédio residencial localizado na Rua Marechal Deodoro, esquina com a Avenida Brasil, região central de Cascavel.
Familiares relataram que acordaram com os gritos de socorro da vítima. Entretanto, não há detalhes de como o incidente ocorreu. Segundo o cunhado, o homem despencou da janela do terceiro andar, caindo no salão de festas do prédio.
Socorristas e médico do Siate estiveram no local e prestaram atendimento ao homem, que sofreu fraturas no fêmur e no pé, além de outros ferimentos pelo corpo. Ele foi encaminhado ao Hospital São Lucas.
FONTE:Catve.com

AMOP se alia aos municípios no combate contra a dengue na região oeste do Paraná.

O Município de Guaíra esteve representado na 1ª reunião da AMOP (Associação dos Munícipios do Oeste do Paraná) de 2020, em Casacavel, pelo prefeito Heraldo Trento, o secretário de saúde, Marcos Rigolon e o Diretor da Vigilância Sanitária Julio Juvenal.

A reunião teve como pauta três assuntos polêmicos. Como a situação da dengue na região oeste do Paraná, o piso Salarial dos professores do Magistério e a reabertura da Estrada do Colono.
Os prefeitos receberam a presença do diretor da 10ª Regional de Saúde de Cascavel, João Gabriel Avanci, e a diretora da 9ª Regional de Saúde de Foz do Iguaçu, Lelita Santos da Silva, além do promotor de Justiça Angelo Mazuchi e demais autoridades sanitárias e especialistas no assunto.
Foi discutido sobre a ajuda das Forças Armadas no combate mais intenso contra o surgimento de novos focos do mosquito transmissor, que deverá ser realizado pelas prefeituras. Centralizada pela Amop, a estratégia consiste em intensificar ainda mais as ações já em andamento e fortalecer as iniciativas em conjunto entre duas ou mais prefeituras, principalmente em áreas limítrofes.
De acordo com Avanci, a situação da dengue no Paraná é extremamente crítica. “De 2018 para 2019, houve um aumento de 4000% no aparecimento de focos do mosquito”, exemplificou.
Essa provável calamidade, observou a médica Lilimar Mori, chefe da Vigilância Epidemiológica da 10ª Regional de Saúde, é apenas uma questão de tempo, tudo indica.
No Estado, atualmente 331 municípios estão com infestação do mosquito, inclusive todos as 54 municipalidades da área de abrangência da Amop.
Na região, a média é de 14 imóveis infestados para cada grupo de 100, situação mais do que alarmante.
FONTE: Assessoria da AMOP.